Sobre Áries (21/03 a 20/04)

A primeira luz do amanhecer que toca o sino do eterno presente, a vida que se guia pela certeza da realização. A força de ser um intensamente e de agir com independência. A sinceridade do fogo que devasta as folhas secas das lamentações, libertando-nos de ações procrastinadas e de ânimos viciados.

O olhar que desafia a vida em seus rumores iniciais e num movimento repentino faz tudo acontecer. A liderança arrojada que torna a luta da vida um desafio constante e imediato. A energia do um, do início, da matéria-viva, do movimento, da explosão, do curto-circuito, do orgasmo, da voracidade, da batalha, da partida e da chegada, mas nunca do findar.

O guerreiro que nos empresta a sua disposição calorosa, e na lide das grandes batalhas, segue-nos de perto com o estandarte brilhante da coragem, abrindo os caminhos do mundo. Ó Marte, reparta em mil teus exércitos e os lancem contra mim em tua coragem descomunal. Isso mesmo, contra mim! Que na minha desolação profunda e diante de um horizonte nublado de intenções, faça quedar os piores inimigos, as forças estacionárias e inertes entre os rios da pouca vontade, forçando-as a percorrerem a nobre jornada do herói e do guerreiro. Que o empenho do homem comum o faça subir os desfiladeiros da conquista para que suas vistas vislumbrem o extraordinário dentro de si!