Press Blues

Gosto
de correr os seus cadernos
e lhe comer com os olhos
coluna por coluna
da manchete ao rodapé.

Aqueço-me
nas suas chamadas
e me incendio
nas matérias especiais.

Curto
seus anúncios e sueltos
mas nem sempre aceito
os seus editoriais.

Deleito-me
nas suas coberturas
e em todos os seus furos
desejando sempre
novas edições.

Adoro
suas páginas abertas
e se abrindo mais
as minhas mãos.

Não dão pra saciar
as inserções eventuais
nos seus espaços.
Por isso
cada dia mais carente
Em caixa alta
faço aqui a apelação:
EU QUERO A MINHA
ASSINATURA PERMANENTE
E MUITO MAIS:
EU QUERO FIGURAR
NO SEU EXPEDIENTE.